Em defesa da valorização das professoras e professores

A bancada da Educação acaba de aprovar uma emenda que reduz os danos dessa reforma da previdência para professores e professoras.

O texto previa uma regra de transição injusta, que não levava em consideração o grau de desgaste dos trabalhadores da educação que, por exemplo, se desdobram em 3 jornadas.

A reforma da previdência retira direitos das trabalhadoras e dos trabalhadores e a emenda aprovada ameniza as maldades desse governo. Porém, professores e professoras continuam sendo vítimas de um projeto que enxerga direitos como simples gastos.

Seguimos nas discussões, em defesa de mudanças que beneficiem a classe trabalhadora brasileira.

Natália Bonavides

Comentários