Deputada Natália Bonavides protocola Prêmio Nísia Floresta

O prêmio Nísia Floresta será entregue para mulheres que atuam na educação com pautas relacionadas ao enfretamento das violências e que promovam os direitos das mulheres.

A  deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) apresentou nesta semana um projeto de resolução que busca reconhecer o trabalho de mulheres que atuam na educação básica, promovendo ações voltadas para o enfrentamento à desigualdade de gênero e para a promoção dos direitos das mulheres.

O projeto 103/2019 institui o Prêmio Nísia Floresta, honraria que leva o nome de uma potiguar que é considerada pioneira na luta pelo direito à igualdade da mulher no Brasil, sobretudo no âmbito da educação.

A desigualdade entre homens e mulheres é uma questão social e cultural que no nosso país tem se manifestado cada vez mais através da violência. A cada 4 minutos uma mulher é agredida no Brasil. Uma pesquisa divulgada nesta semana mostra que 2018 atingiu o recorde de registros de estupro. Para enfrentar esse problema é fundamental que o tema da igualdade de gênero esteja presente nas escolas, para que as novas gerações construam uma sociedade onde as mulheres sejam tratadas com igualdade e respeito. Com esse Prêmio queremos valorizar ações que promovam esse debate na educação e homenagear mulheres que têm contribuído com essa luta. Também é uma forma de manter viva a memória de Nísia Floresta, uma mulher do nosso estado que desafiou o conservadorismo da época, se tornando pioneira no país na luta pelos direitos das mulheres à igualdade e à educação”, declarou Natália.

O Prêmio Nísia Floresta será entregue no mês de março para cinco mulheres indicadas e mais votadas pela Comissão de Educação e Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara Federal.

 

Natália Bonavides

Comentários